Skip to content

Recrutamento de PCD nas empresas: uma questão de responsabilidade social

recrutamento de PCD
O recrutamento de PCD nas empresas é muito mais que o cumprimento de uma lei, trata-se de um ato de cidadania em prol de quem precisa.

O recrutamento de PCD nas empresas é muito mais que o cumprimento de uma lei, trata-se de um ato de cidadania em prol de quem precisa.

Dessa forma, a sociedade se torna mais justa e igualitária, ao passo que, beneficiando o trabalhador PcD, ele tem a oportunidade de se desenvolver e ser autônomo.

Por isso, saiba neste post se a sua empresa está sujeita à Lei de Cotas para Pessoas com Deficiência e pratique essa boa ação você também. Aproveite.

Lei de Cotas para Pessoas com Deficiência

Em 24/7/2022 a Lei de Cotas para Pessoas com Deficiência completou trinta e um anos de existência. E vem garantindo o emprego de meio milhão de pessoas deficientes em todo o país.

Trata-se da Lei 8.213/91, art. 93, que define as regras para as empresas contratarem beneficiários reabilitados do INSS e pessoas com deficiência.

Quadro de cotas para PcDs

A lei, que foi criada para assegurar a inclusão no mercado de trabalho, determina que as empresas devem praticar a reserva legal para PcDs nos seguintes parâmetros:

  • De 100 a 200 empregados: cotas de 2%;
  • De 201 a 500 empregados: cotas de 3%;
  • De 501 a 1000 empregados: cotas de 4%;
  • Acima de 1001 empregados: cotas de 5%.

As empresas que não cumprirem a reserva legal para PcDs ficam sujeitas ao pagamento de multas, podendo chegar a valores superiores a R$ 200 mil.

Tipos de PcDs na Lei de Cotas

São consideradas deficiências:

  • Deficiência física: quando há alteração completa ou parcial em um ou mais segmentos do corpo humano, que venham a comprometer suas funções físicas. Exemplos paraplegia, paraparesia, monoplegia, monoparesia, tetraplegia, tetraparesia, triplegia, triparesia, hemiplegia, amputação ou ausência de membro, paralisia cerebral, nanismo, membros com deformidade congênita ou adquirida;
  • Deficiência auditiva: quando há a perda bilateral, parcial ou total de 41 decibéis (dB) ou mais, aferidas por audiograma nas frequências de 500 Hz, no mínimo;
  • Deficiência visual: quando ocorre a cegueira, com 0,05 no melhor olho com a melhor correção óptica e/ou a diminuição da acuidade visual, com 0,3 a 0,05 no melhor olho com a melhor correção óptica. Quando o campo visual em ambos os olhos é igual ou inferior a 60o. Quando ocorre mais de uma das condições anteriores.
  • Deficiência mental: quando a capacidade intelectual é inferior à média em pessoas menores de 18 anos com limitações associadas a habilidades adaptativas, como:

Comunicação;

Cuidado pessoal;

Habilidades sociais;

Utilização dos recursos da comunidade;

Saúde e segurança;

Habilidades acadêmicas;

Lazer;

Trabalho;

  • Deficiência múltipla: quando o indivíduo apresenta mais de uma das deficiências citadas anteriormente.

De acordo com a lei, as organizações privadas têm o dever legal de contratar pessoas com tais tipos de deficiências para compor seu quadro de colaboradores.

Órgão fiscalizador da Lei de cotas para PcDs

De acordo com o Estatuto da Pessoa com Deficiência, o Ministério Público do Trabalho é o órgão fiscalizador da reserva legal de cotas para deficientes.

Que, além de fazer cumprir a lei por meio da aplicação de multas, o MPT também pode exigir adequações no prédio para cumprimento da lei de acessibilidade.

Para recrutamento de PCDs com responsabilidade e segurança, conte com a Ardon Contabilidade Consultiva e durma tranquilo.

Clique aqui e fale agora mesmo com a nossa equipe de atendimento. Será um prazer falar com você.

Créditos:

Soluções Educacionais Integradas – Contabilidade da folha de pagamento;

Agência Brasil: https://agenciabrasil.ebc.com.br/direitos-humanos/noticia/2021-07/lei-de-cotas-para-pessoas-com-deficiencia-completa-30-anos.

Classifique nosso post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Apuração de impostos: o que é?

Apuração de impostos: o que é?

Apuração de impostos é uma das principais atividades de qualquer empreendedor que preza por manter em dias as obrigações da sua empresa. Além disso, ela

Como abrir um societário?

Como abrir um societário?

Abrir um societário já foi ou ainda é o desejo de muitos empresários que se vêem sobrecarregados com as responsabilidades e gastos de uma empresa.

FGTS Digital: o que muda?

FGTS Digital: o que muda?

O ano de 2024 começou a pouco, mas já traz o FGTS Digital que é uma grande mudança para empresas com colaboradores. Por isso, com

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
A previsão é de boas notícias para o MEI no…
Quer trocar de contador?