Skip to content

Preço de venda: você sabe calcular o seu?

Preço de venda
Formar o preço de venda é um dos grandes desafios para a maioria das empresas, não importa se do ramo do comércio ou de serviços.

Formar o preço de venda é um dos grandes desafios para a maioria das empresas, não importa se do ramo do comércio ou de serviços.

E realmente é mesmo, pois não existe um cálculo padrão que possa ser aplicado a todos os casos, visto que o preço de venda está atrelado a diversos fatores.

No entanto, neste post vamos destacar alguns pontos importantes que podem te ajudar a formar seu preço de venda com maior assertividade. Confira a seguir.

Preço de venda inclui a valoração dos ativos intangíveis

Um preço de venda justo não pode nunca desprezar o quesito valoração dos ativos intangíveis, que estão relacionados a elementos, como:

  • Conhecimento;
  • Tecnologia;
  • Marca.

A empresa Nike, por exemplo, consegue praticar os preços mais altos do mercado, pois encontra justificativa no alto valor dos seus ativos intangíveis.

Neste caso, os consumidores priorizam muito mais a qualidade do produto e a tecnologia que a marca entrega, sendo o preço fator secundário na compra.

Fatores básicos para calcular o preço de venda

Alguns fatores são básicos e estão presentes no cálculo do preço de venda para todas as empresas, como por exemplo:

  1. Ramo de atividade: eletroeletrônicos, têxtil, tecnologia da informação, alimentos, serviços hospitalares, serviços de internet etc;
  2. Perfil do cliente;
  3. Infraestrutura da empresa;
  4. Ponto comercial;
  5. Atendimento ao cliente;
  6. Qualidade e garantia dos produtos/serviços;
  7. Prática do pós-venda;
  8. Tempo de retorno do capital investido;
  9. Tecnologia empregada na atividade empresarial;
  10. Credibilidade da marca;
  11. Nível de expertise na atividade fim;
  12. Investimentos em marketing etc.

Diante da concorrência acirrada, ser competitivo se torna uma obrigatoriedade para ter longevidade no mercado.

Espiar o concorrente é essencial para formar o preço de venda

Ignorar a existência dos concorrentes impede a prática de um preço de venda competitivo e justo, para o cliente e para a empresa.

Por isso, criar o hábito de espiar os concorrentes é uma tática de venda que não pode ser negligenciada.

Para isso, pode ser utilizada uma tabela de análise dos concorrentes, contendo indicadores importantes, como:

  1. Qualidade;
  2. Prazo de entrega;
  3. Tempo de garantia;
  4. Condições de pagamento;
  5. Ponto de venda;
  6. Política de descontos;
  7. Reputação da marca;
  8. Participação no mercado (%);
  9. Política de sustentabilidade;
  10. Perfil de reação;
  11. Tecnologias utilizadas;
  12. Tempo de mercado;
  13. Nível de concorrência;
  14. Política de preços.

Tais indicadores devem ser analisados sob a ótica dos clientes, atribuindo pesos na escala de 1 a 14, neste caso. Mas isso varia conforme o número de indicadores utilizados na tabela.

O maior peso deve ser atribuído àquilo que o cliente julga ser mais importante. Não podendo repetir peso para nenhum indicador.

Com base nisso, elabore a melhor estratégia para identificar qual o preço mais competitivo, na relação custo x benefício.

Preço de venda baseado nos interesses dos clientes

O preço de venda basicamente é formado conforme os valores praticados pelos concorrentes, e os interesses dos clientes.

Portanto, para determinar o preço de venda, é importante analisar:

  • Os custos;
  • O preço dos concorrentes;
  • O mercado consumidor.

Nesse sentido, o preço de venda embute em si o poder aquisitivo do cliente e o seu perfil de compra, além das variações da demanda de mercado.

Quer ajuda para formar seu preço de venda? Se sim, é só clicar aqui e reservar sua consultoria conosco.

A Ardon Contabilidade Consultiva terá o maior prazer em ajudar você. Conte com a gente.

Classifique nosso post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Apuração de impostos: o que é?

Apuração de impostos: o que é?

Apuração de impostos é uma das principais atividades de qualquer empreendedor que preza por manter em dias as obrigações da sua empresa. Além disso, ela

Como abrir um societário?

Como abrir um societário?

Abrir um societário já foi ou ainda é o desejo de muitos empresários que se vêem sobrecarregados com as responsabilidades e gastos de uma empresa.

FGTS Digital: o que muda?

FGTS Digital: o que muda?

O ano de 2024 começou a pouco, mas já traz o FGTS Digital que é uma grande mudança para empresas com colaboradores. Por isso, com

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
O recrutamento de PCD nas empresas é muito mais que…
Quer trocar de contador?