Skip to content

O que são tributos IRPJ e CSLL?

O que são tributos IRPJ e CSLL?
Os tributos IRPJ e CSLL são obrigações fiscais cuja base de cálculo incide sobre o lucro das empresas brasileiras.

Os tributos IRPJ e CSLL são obrigações fiscais cuja base de cálculo incide sobre o lucro das empresas brasileiras.

Portanto, todas as pessoas jurídicas inscritas em sistemas tributários, como lucro real, lucro presumido ou lucro arbitrado, são contribuintes de tais impostos.

Para isso, o calendário-fiscal para apuração e entrega do IRPJ e da CSLL oferece prazos diferenciados e flexíveis para a prestação de contas.

Continue a leitura deste post e saiba mais sobre os tributos IRPJ e CSLL. Aproveite.

O que é IRPJ?

O IRPJ – Imposto Sobre a Renda das Pessoas Jurídicas – é um tributo que já está em vigor no país há mais de duas décadas.

Sendo a principal fonte de receitas do governo federal cuja arrecadação é por meio da cobrança de um percentual dos lucros das pessoas jurídicas com regimes de tributação:

  1. Lucro real;
  2. Lucro presumido;
  3. Lucro arbitrado.

Para isso, a lei definiu o percentual fixo de 15% sobre o lucro apurado, podendo ter um adicional de 10% caso a parcela do lucro exceda ao valor de R$ 20.000,00 por mês.

Todavia, tais empresas só estarão obrigadas a apurar o IRPJ quando auferirem lucros sobre o faturamento, por isso é considerado um sistema tributário justo.

O que é CSLL?

A CSLL – Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido – também é um tributo que incide somente sobre o lucro das empresas.

Portanto, a apuração da CSLL é obrigatória para as empresas brasileiras enquadradas em regimes tributários, como:

  1. Lucro real;
  2. Lucro presumido;
  3. Lucro arbitrado.

De modo similar à cobrança do IRPJ, as alíquotas da CSLL também variam conforme a atividade econômica da empresa, além do faturamento.

Nesse contexto, para as empresas do Lucro real, sua base de cálculo é o lucro contábil acrescidos dos devidos ajustes e adições permitidas em lei.

Já para as empresas regidas pelo ordenamento do Lucro presumido, a base de cálculo é de:

  • 12% para atividades comerciais, industriais, serviços de transporte e hospitalares;
  • 32% para prestação de serviços em geral, intermediação de negócios e administração, locação e cessão de bens móveis, imóveis e direitos de qualquer natureza.

Cabe ainda considerar as novas alíquotas da CSLL aplicáveis a partir de julho de 2021, em virtude da medida provisória de 2012 ter sido convertida em lei.

Todas as empresas devem pagar a CSLL?

Em tese, todas as pessoas jurídicas brasileiras estão condicionadas ao pagamento da CSLL todos os anos, porém, existem algumas exceções.

Isso porque a lei da CSLL define que algumas empresas estão isentas dessa obrigação, por serem consideradas parceiras da administração pública, sendo elas:

  1. Entidades fechadas de previdência complementar;
  2. Sociedades cooperativas;
  3. Associações de beneficência social.

Com base nisso, somente as empresas criadas com o objetivo de ter lucro são obrigadas a contribuir com o financiamento da seguridade social por meio da CSLL.

Conclusão

Como visto, os tributos IRPJ e CSLL são contribuições consideradas interdependentes, uma vez que um está condicionado ao outro.

Com isso, ao contribuinte optar pelo regime do lucro real, por exemplo, tanto o IRPJ quanto a CSLL deverão ser apurados conforme as regras de tal regime.

E por hoje é só. Continue acompanhando o nosso blog para conhecer novos assuntos a cada semana. Até a próxima.  

Classifique nosso post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Apuração de impostos: o que é?

Apuração de impostos: o que é?

Apuração de impostos é uma das principais atividades de qualquer empreendedor que preza por manter em dias as obrigações da sua empresa. Além disso, ela

Como abrir um societário?

Como abrir um societário?

Abrir um societário já foi ou ainda é o desejo de muitos empresários que se vêem sobrecarregados com as responsabilidades e gastos de uma empresa.

FGTS Digital: o que muda?

FGTS Digital: o que muda?

O ano de 2024 começou a pouco, mas já traz o FGTS Digital que é uma grande mudança para empresas com colaboradores. Por isso, com

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
A cobrança do IRPJ varia de acordo com o regime…
Quer trocar de contador?