Skip to content

IRPJ Lucro Presumido: entenda como funciona

IRPJ Lucro Presumido
O IRPJ apurado pelo Lucro Presumido tem o objetivo de oferecer uma forma simplificada de tributação aos contribuintes.

O IRPJ apurado pelo Lucro Presumido tem o objetivo de oferecer uma forma simplificada de tributação aos contribuintes.

Isso porque a lei do Lucro Presumido permite que o cálculo do IRPJ e da CSLL seja obtido por meio da aplicação de percentual sobre a presunção do lucro.

Além disso, conforme as normas tributárias vigentes, para encontrar o valor do IRPJ a pagar não é necessário fazer a contabilidade.

Todavia, ainda assim é necessário saber fazer as devidas deduções e ajustes sobre a receita para obter o valor real para fins de apuração do IRPJ.

Por isso, continue a leitura deste post e entenda melhor como é feita a apuração do IRPJ pelo regime de tributação do Lucro Presumido. Confira a seguir.

O que é lucro presumido?

O lucro presumido é um regime de tributação simplificado cujo lucro estimado é a base de cálculo para fins de apuração dos impostos IRPJ e CSLL.

Neste caso, a apuração deve ser feita a cada trimestre, sendo as datas correspondentes ao:

  • 1º trimestre 31 de março;
  • 2º trimestre 30 de junho;
  • 3º trimestre 30 de setembro;
  • 4º trimestre 31 de dezembro.

Já para o pagamento das guias do IRPJ, o prazo máximo é até o último dia do mês seguinte à apuração, que no 1º trimestre seria até o dia 30 de abril.

Cálculo do IRPJ Lucro Presumido

Tendo em vista que o cálculo do IRPJ pelo regime do lucro presumido é simplificado, basta deduzir os devidos valores e fazer os ajustes necessários na receita bruta.

Para isso, primeiro deve-se aplicar o percentual do lucro presumido sobre a receita bruta, o qual é variável conforme a atividade fim da pessoa jurídica.

A partir disso, para encontrar o valor do lucro presumido, deve ser feita a somatória de valores, conforme a representação matemática abaixo:

(+) Receita bruta x percentual do lucro presumido;

(+) Ganhos de capital;

(+) Rendimentos aplicados em renda fixa;

(+) Ganho líquido dos rendimentos aplicados em renda variável;

(+) Demais receitas, provenientes de fontes de renda que não sejam da atividade fim;

(=) Lucro presumido.

Dessa forma, ao obter o valor do lucro presumido, basta aplicar a alíquota correspondente para apurar o valor do IRPJ:

(=) Lucro presumido;

(x) Alíquota geral de 15% quando o lucro trimestral máximo for de até R$ 60.000,00;

(x) Alíquota adicional de 10% para o lucro trimestral excedente a R$ 60.000,00;

(=) IRPJ.

Assim, para obter o valor do IRPJ a pagar, ainda é possível abater o valor do imposto de renda retido na fonte – IRRF, quando há a antecipação.

Percentual de lucro presumido

Conforme a lei 9.249/95 estabelece em seu artigo 15, o percentual de lucro presumido a ser aplicado sobre a receita bruta varia conforme a atividade fim da empresa.

Neste caso, as principais margens de lucro presumido em uso na atualidade são:

  • Revenda de combustíveis 1,6%;
  • Outras vendas 8%;
  • Receita de serviços em geral 32%.

Em tempo, é válido destacar que para determinados tipos de serviços, como o transporte de cargas, por exemplo, a margem de lucro presumido é de 8%.

Finalmente, aqui coube demonstrar apenas alguns aspectos envolvidos na apuração do IRPJ pelo regime tributário do lucro presumido.

Entretanto, se você desejar conhecer mais a fundo sobre este assunto, reserve sua consultoria de contabilidade na Ardon Contabilidade Consultiva e tenha suas dúvidas esclarecidas.

Clique aqui para falar com o contador

Classifique nosso post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Apuração de impostos: o que é?

Apuração de impostos: o que é?

Apuração de impostos é uma das principais atividades de qualquer empreendedor que preza por manter em dias as obrigações da sua empresa. Além disso, ela

Como abrir um societário?

Como abrir um societário?

Abrir um societário já foi ou ainda é o desejo de muitos empresários que se vêem sobrecarregados com as responsabilidades e gastos de uma empresa.

FGTS Digital: o que muda?

FGTS Digital: o que muda?

O ano de 2024 começou a pouco, mas já traz o FGTS Digital que é uma grande mudança para empresas com colaboradores. Por isso, com

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Os tributos IRPJ e CSLL são obrigações fiscais cuja base…
Quer trocar de contador?