Skip to content

A Gestão de Custos contribui para a boa saúde financeira da empresa

gestão de custos
A Gestão de Custos possibilita às empresas manter a boa saúde financeira nos negócios, desde que seja executada corretamente.

A Gestão de Custos possibilita às empresas manter a boa saúde financeira nos negócios, desde que seja executada corretamente.

Por isso, mesmo para os pequenos negócios, é importante que o empreendedor procure conhecer os conceitos básicos da gestão de custos.

Afinal, ele é o maior interessado no bom andamento do seu negócio, sendo também o principal responsável pelo sucesso financeiro da empresa.

No entanto, é possível delegar a gestão de custos para profissionais especializados e experientes, ajudando a empresa a manter a competitividade no mercado.

Continue lendo este post até o final e conheça os benefícios da gestão de custos para a saúde financeira da sua empresa. Bom proveito!

Gestão de Custos: conceitos básicos

Entender os conceitos básicos da gestão de custos é de suma importância para saber distinguir corretamente todos os gastos envolvidos na atividade empresarial.

Assim, evitando cometer erros na classificação dos valores de custos, despesas e investimentos, uma vez que isso interfere no cálculo de custos e preços de vendas.

Portanto, para não correr o risco de comprometer os resultados financeiros da empresa, é importante saber diferenciar os conceitos-chave da gestão de custos.

Veja a definição de cada um deles nos tópicos seguintes.

Gasto

Gasto é o termo utilizado para descrever a ocorrência de dispêndio de recursos com:

  • Obrigações;
  • Fornecedores;
  • Empréstimos, dentre outros.

Sendo o gasto um conceito abrangente em gestão de custos, ele também pode ser utilizado para representar investimentos, custos fabris, despesas administrativas etc.

Custos

Os custos se referem aos gastos realizados no processo de fabricação de produtos ou de prestação de serviços.

Com base nisso, podem ser classificados como custos de produção:

  • Matérias-primas consumidas;
  • Salários e encargos sociais do pessoal da produção;
  • Combustíveis;
  • Energia e água;
  • Seguro do prédio industrial;
  • Manutenção e depreciação das máquinas industriais, dos móveis e das ferramentas utilizadas na linha de produção.

Em geral, podem ser classificados como custos todos os gastos envolvidos no processo produtivo, do início ao fim.

Despesas

São classificadas como despesas os gastos decorrentes das atividades gerenciais da organização, portanto, que não estão ligados às atividades de produção.

Conceitualmente, o termo despesa abrange o dispêndio voluntário de recursos com bens e serviços para fins de obtenção de receitas diretas ou indiretas.

Investimentos

Investimentos são os gastos provenientes da aquisição de bens e direitos, na perspectiva de gerar receitas econômicas em períodos futuros.

Neste caso, são considerados investimentos as aquisições de máquinas industriais e lote de matérias-primas, por exemplo.

Perdas

São consideradas perdas os fatores decorrentes da ineficiência da gestão da empresa. Sendo alguns exemplos:

  • Incêndios ou inundações;
  • Furto de mercadorias ou matérias-primas;
  • Erros na linha de produção etc.

Enfim, são classificáveis como perdas todos os eventos que fogem às atividades normais de operação da empresa.

Conclusão

Como visto, a Gestão de Custos, quando executada corretamente, tende a favorecer a política de preços praticada pela organização.

Dessa forma, os donos de negócios podem ter uma melhor compreensão de como precificar os seus produtos e serviços, sem comprometer a competitividade no mercado.

Tenha acesso aos nossos serviços de Gestão de Custos e saiba o que é ter lucro de verdade. Clique aqui para falar conosco.

Classifique nosso post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Apuração de impostos: o que é?

Apuração de impostos: o que é?

Apuração de impostos é uma das principais atividades de qualquer empreendedor que preza por manter em dias as obrigações da sua empresa. Além disso, ela

Como abrir um societário?

Como abrir um societário?

Abrir um societário já foi ou ainda é o desejo de muitos empresários que se vêem sobrecarregados com as responsabilidades e gastos de uma empresa.

FGTS Digital: o que muda?

FGTS Digital: o que muda?

O ano de 2024 começou a pouco, mas já traz o FGTS Digital que é uma grande mudança para empresas com colaboradores. Por isso, com

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
O Controle de Estoque é uma atividade fundamental para as…
Quer trocar de contador?