Controle De Entrada E Saída: O Que É E Qual A Importância Dele?

controle de entrada e saída

O que é o controle de entrada e saída e por que é tão importante entender esse conceito antes de abrir a sua empresa?

O controle de entrada e saída é uma das bases para um empreendimento de sucesso, pois esse controle pode ser a diferença entre fazer um negócio ser sustentável ou não

Empreendedor, você sabe que todo esse processo de abertura de empresa é difícil, mas o que vem depois é ainda mais complicado, não é mesmo?

Então, por que não se preparar o quanto antes?

É visível que grande parte dos empreendedores entra no mercado com pressa e sem nenhum tipo de preparação anterior para empreender, e infelizmente, essa pressa é inimiga da perfeição — e do sucesso!

Sendo assim, antes de abrir as suas portas para o mundo, é preciso entender questões internas, por isso, hoje iremos falar um pouco sobre o que é o controle de entrada e saída e por que esse conceito pode ser o divisor de águas entre um negócio de sucesso e um que está afundado em dívidas.

E então, vamos lá? Boa leitura!

O que é controle de entrada e saída?

O controle de entrada e saída é um processo que faz parte do controle de estoque, e como o nome sugere, diz respeito às aquisições e vendas de produtos e insumos que o seu empreendimento utiliza durante a operação.

Sendo assim, o controle de entrada e saída é um pilar para o seu negócio, pois é a base das movimentações internas e do consumo do seu comércio, e mantê-lo sob controle é uma tarefa difícil, mas necessária para manter-se a caminho do sucesso.

Por que saber sobre a controle de entrada e saída do seu negócio é crucial desde o início?

Antes mesmo de abrir as portas do seu negócio, entender plenamente o conceito de controle de entrada e saída vai te ajudar a entender que, mesmo depois que você compra um insumo, como um produto de limpeza, ele ainda representa um ativo da empresa, dinheiro que está sendo utilizado para fazer a manutenção do seu negócio.

Infelizmente, poucos empreendedores possuem esse olhar clínico para os itens que fazem a sua empresa “girar”, o que leva à negligência desses itens até que a sua falta ou seu excesso comece a exercer pressão financeira no seu caixa.

Para não errar na hora de lutar pelo seu lugar ao Sol, ter auxílio especializado é indispensável!

O controle de entrada e saída é um pilar do seu negócio, por isso, é um assunto que precisa ser levado a sério por você e por quem estiver responsável pela contabilização do seu estoque.

Mas para fazer não apenas uma boa gestão da entrada e saída de itens, mas também extrair e utilizar os dados com o máximo de eficácia, você precisa de auxílio contábil!

Então, se você quiser um auxílio contábil eficiente ao seu lado, a Ardon pode te ajudar!

Basta clicar no botão verde que aparece no canto inferior direito da sua tela e falar com um  de nossos especialistas!

Estamos te esperando!

Classifiquei nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

Qual valor declarar no imposto de renda MEI

Qual valor declarar no imposto de renda MEI?

Existem três situações a considerar para saber qual valor declarar no imposto de renda MEI, visto se tratar dos rendimentos de pessoa física e de pessoa jurídica. Nesse sentido, o MEI poderá ter que entregar a DIRPF – Declaração de

MEI tem que declarar imposto de renda

Quem é MEI tem que declarar imposto de renda?

Quem é MEI deverá declarar imposto de renda se os seus rendimentos ultrapassaram o valor de R$ 28.559,70 no ano de 2021. Segundo a Receita Federal, a entrega da declaração do IRPF é obrigatória para MEIs, visto que são tidos

Declarar aluguel no imposto de renda

Declarar aluguel no imposto de renda: como fazer?

Para declarar aluguel no imposto de renda, o contribuinte precisa se atentar à fonte do recebimento, se é pessoa jurídica ou física. Isso porque essas variáveis interferem na maneira de preencher a declaração do IRPF, além de implicar na forma

imposto de renda prestação de serviço

Como declarar imposto de renda prestação de serviço?

Profissionais liberais e autônomos podem declarar o imposto de renda prestação de serviço referente aos rendimentos recebidos de pessoa jurídica e de pessoa física. Sendo possível, em alguns casos, deduzir despesas provenientes da atividade laboral, e assim, reduzir o valor

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Prestadores de serviço precisam fazer um planejamento tributário? Vamos responder…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top