Skip to content

Planejamento Tributário: Prestadores De Serviço Precisam Fazer?

planejamento tributário: prestadores de serviço precisam fazer?
Vamos responder a dúvida que não quer calar sobre o planejamento tributário que os prestadores de serviço tanto indagam!

Prestadores de serviço precisam fazer um planejamento tributário?

Vamos responder a dúvida que não quer calar sobre o planejamento tributário que os prestadores de serviço tanto indagam!

Ser prestador de serviços no Brasil é um desafio enorme por si só, que pode inclusive aumentar a dificuldade a depender da atividade exercida, mesmo quando levamos em conta os programas de regularização desses profissionais, a situação ainda é dura.

Dessa maneira, a maioria dos profissionais autônomos precisa encontrar formas de não apenas exercer seu trabalho com excelência, mas também lidar com as questões fiscais, a demanda do mercado — que tem uma oscilação ainda maior quando falamos de autônomos, entre outras questões.

Mas, dentre essas questões a serem gerenciadas pelo empreendedor, uma interfere muito no que diz respeito aos prestadores de serviço e/ou autônomos: a possibilidade de crescimento.

Como crescer o seu negócio quando se precisa lidar com tantas questões?

Por isso, hoje falaremos sobre o planejamento tributário, uma dúvida que pode fazer parte da solução para os prestadores de serviço — e de quebra evidenciar se é necessário fazê-lo ou não.

E então, vamos lá? Boa leitura!

O que é o planejamento tributário?

Antes de mais nada, para não haver dúvidas, vamos esclarecer o conceito.

Enfim, o planejamento tributário é um procedimento legal que visa, através de estudos e tomando como norte os seus objetivos a médio e longo prazo, estratégias que visem diminuir  a carga tributária do seu negócio.

Só para reforçar, esse processo é feito por um contador e de maneira legal, ou seja, é seguro dizer que é uma estratégia benéfica tanto financeiramente quanto para sua regularidade fiscal.

Os prestadores de serviço precisam fazer um planejamento tributário?

O planejamento tributário não é um processo obrigatório para nenhuma empresa, então, você, como prestador de serviços, não será cobrado em relação a isso, pois é um processo que beneficia apenas o seu empreendimento, por isso dá-se importância à legalidade desse procedimento.

Contudo, muitos dizem que ele é sim obrigatório para todo bom administrador, pois é por meio dele que um dos principais desafios do empreendedor pode ser moderado, minguando o valor das contribuições devidas ao Fisco sem ferir a legalidade do seu negócio.

Dessa maneira, você, prestador de serviços, é quem decidirá se esse processo é ou não uma questão obrigatória na sua empresa.

Não se engane, pois o sucesso também vem do planejamento!

Por fim, não podemos deixar de ressaltar a importância do planejamento tributário para o crescimento de uma empresa, uma vez que ele permite que investimentos possam ser feitos a partir do dinheiro que anteriormente era destinado aos tributos.

Porém, ainda iremos ressaltar que é necessário a ajuda de um contador para que, sem dúvida alguma, os seus compromissos com o Fisco sejam reduzidos em preço, mas não em valores.

Então, se você precisar de ajuda, basta nos chamar que iremos te ajudar!

Basta clicar no botão verde que aparece no canto inferior direito da sua tela e falar com um especialista da Ardon!

Estamos te esperando!

Classifique nosso post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Apuração de impostos: o que é?

Apuração de impostos: o que é?

Apuração de impostos é uma das principais atividades de qualquer empreendedor que preza por manter em dias as obrigações da sua empresa. Além disso, ela

Como abrir um societário?

Como abrir um societário?

Abrir um societário já foi ou ainda é o desejo de muitos empresários que se vêem sobrecarregados com as responsabilidades e gastos de uma empresa.

FGTS Digital: o que muda?

FGTS Digital: o que muda?

O ano de 2024 começou a pouco, mas já traz o FGTS Digital que é uma grande mudança para empresas com colaboradores. Por isso, com

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
O que é o alvará de funcionamento e por que…
Quer trocar de contador?