Skip to content

5 Mitos e Verdades Sobre o Imposto de Renda Para Empreendedores

imposto de renda para empreendedores

5 mitos e verdades sobre o imposto de renda que todo empreendedor precisa saber para trabalhar com tranquilidade

O mar infindável das burocracias, infelizmente, impedem que muitos empreendedores exerçam plenamente as suas funções e, também, que conheçam os diversos caminhos a serem seguidos.

Pois, mesmo que com muita determinação, é impossível esmiuçar todos os aspectos burocráticos que uma empresa funcionar e, também, fazê-la operar da melhor forma possível, sempre mantendo a cautela em relação aos processos e resultados.

Mas conhecimento é saber, e para um empreendedor, saber é poder, não apenas para garantir vantagem competitiva no mercado, mas para aumentar seus lucros e ver possibilidades onde os demais não vêem.

Portanto, hoje vamos abrir as portas do conhecimento sobre um dos assuntos mais emblemáticos da vida do empreendedor: o imposto de renda.

Para matar de uma vez esse “bicho de sete cabeças”, vamos revelar 5 mitos e verdades sobre a declaração que os empreendedores, na maioria das vezes, não sabem.

Boa leitura!

Os 5 mitos e verdades sobre o imposto de renda que você precisa saber para empreender com confiança

Para entender melhor sobre a declaração de imposto de renda e ver possibilidades dentro dessa obrigatoriedade, vamos revelar pensamentos comuns e que, por vezes, não são verdadeiros sobre essa obrigação.

Então, confira os 5 mitos e verdades sobre o imposto que separamos para você!

MEI não é obrigado declarar imposto de renda

Verdadeiro. Apesar de ter um “porém” nessa questão, na maioria dos casos, um empresário MEI não precisa fazer a declaração.

Sendo assim, o “porém” é que os rendimentos anuais da sua empresa não podem ultrapassar os R$28.559,70, que é a regra para declarar imposto.

Depois de certo tempo, você não precisa mais declarar o imposto

Mentira. Assim como citamos no tópico anterior, o que determina se é necessário ou não fazer a declaração são os rendimentos anuais (a partir de R$ 28.559,70).

Tendo isso em vista, o tempo de atuação da sua empresa no mercado ou a própria idade do empreendedor não interferem na obrigatoriedade da declaração.

Se passar pela malha fina, sua empresa não corre perigo algum

Mito. Mesmo que a malha fina seja uma das maiores preocupações e ameaças ao bom funcionamento das empresas, passar sem complicações por esse estágio não garante estar longe de problemas.

Afinal de contas, é sempre válido lembrar que o governo avalia as declarações dos últimos cinco anos entregues e não entregues, sendo assim, se houver problemas na documentação ou mesmo se ela não constar, poderá haver penalização pelo ocorrido.

Fazer a declaração é bom, mesmo sendo isento

Verdade. Apesar de existir a isenção, a declaração do imposto não é de todo ruim nesse caso, pois com a documentação feita, a sua empresa pode usufruir de benefícios e facilidades, como maior facilidade de conseguir aumento do limite em cartões de crédito, por exemplo.

Você pode doar seu imposto para ONGs sem gastar mais

Verdade. Além de ajudar uma causa, doar o seu imposto de renda não irá custar nem um real a mais para você, pois a verba sairá do valor que já será pago ao Fisco, sendo assim, você pode fazer uma boa ação e destinar recursos para quem possui projetos sociais.

E então, gostou do conteúdo de hoje? Esperamos que ele tenha sido útil e que você compartilhe o artigo com outros empreendedores!

Classifique nosso post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Apuração de impostos: o que é?

Apuração de impostos: o que é?

Apuração de impostos é uma das principais atividades de qualquer empreendedor que preza por manter em dias as obrigações da sua empresa. Além disso, ela

Como abrir um societário?

Como abrir um societário?

Abrir um societário já foi ou ainda é o desejo de muitos empresários que se vêem sobrecarregados com as responsabilidades e gastos de uma empresa.

FGTS Digital: o que muda?

FGTS Digital: o que muda?

O ano de 2024 começou a pouco, mas já traz o FGTS Digital que é uma grande mudança para empresas com colaboradores. Por isso, com

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Aprenda como montar a sua fachada de salão de beleza…
Quer trocar de contador?