Skip to content

Restituição IPVA: saiba o que fazer

restituição IPVA
O contribuinte terá direito à restituição dos valores pagos em IPVA, quando o veículo for furtado ou roubado, ou pagos indevidamente, ou pagos em duplicidade.

O contribuinte terá direito à restituição dos valores pagos em IPVA, quando o veículo for furtado ou roubado, ou pagos indevidamente, ou pagos em duplicidade.

Mas é preciso observar a lei vigente para cada estado, visto que o IPVA – Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores é arrecadado pelo governo estadual.

Saiba mais sobre a restituição do IPVA em São Paulo lendo este post até o final. Bom proveito.

Casos que permite a restituição do IPVA em São Paulo

De acordo com o portal da Secretaria de Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo, existem três possibilidades de conseguir a restituição do IPVA, sendo elas:

1 Restituição do IPVA em condição de Furto ou Roubo

O contribuinte poderá ter direito à restituição do IPVA em casos de furto ou roubo ocorridos a partir do ano 2008 em diante.

Para isso, é necessário ter o registro policial do Boletim de Ocorrências, lavrado em território paulista.

Dentre essas e outras condições específicas, a restituição será automaticamente disponibilizada para resgate nas agências do Banco do Brasil.

Para saber a data disponível para saque, o contribuinte poderá acessar o portal da Fazenda no mês de março do ano seguinte ao evento.

Mas caso os valores não tenham sido repassados, ou o contribuinte não concorde com os valores repassados, poderá ser solicitada a revisão dos valores.

Neste caso, é preciso acessar o site SIVEI  para preencher e enviar o requerimento. Sendo necessário o nome constar no Cadastro do Contribuinte do IPVA.

2 Restituição do IPVA em casos de pagamento indevido

O contribuinte também poderá ter direito à restituição do IPVA em casos de pagamento de multas por infração de forma indevida ou a maior.

Para isso, também é necessário estar cadastrado no Cadastro do Contribuinte do IPVA na data do fato gerador do imposto ou da multa de trânsito.

E diferente da restituição do IPVA por motivo de furto ou roubo, neste caso, o contribuinte deverá solicitar a restituição no Posto Fiscal ou no PoupaTempo.

Dentre os documentos exigidos, deverá também informar os dados bancários para o recebimento dos valores repassados pela Fazenda.

3 Restituição do IPVA para inscrito em Dívida Ativa

A restituição do IPVA para inscrito em Dívida Ativa é um procedimento destinado a quem já está inscrito em dívida ativa, ou para:

  • Pagamento de IPVA a maior;
  • Pagamento de IPVA em duplicidade;
  • Outros motivos elencados na legislação vigente.

Assim como nos casos anteriores, o nome deve constar no Cadastro do Contribuinte do IPVA, além da exigência de comprovação de ser o responsável pelo encargo financeiro.

Conclusão

Ainda tem muitas outras observações que o contribuinte deve se atentar para ter direito à restituição do IPVA.

Por isso, é importante buscar a ajuda do contador para não perder prazos e nem incorrer em procedimentos equivocados.

Visto que, embora a legislação favoreça o contribuinte em alguns aspectos, nem sempre é fácil compreender as regras do jogo.

Neste caso, entre em contato conosco para não perder o direito à restituição dos valores pagos em IPVA.

Clique aqui para falar com o contador.

Classifique nosso post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Apuração de impostos: o que é?

Apuração de impostos: o que é?

Apuração de impostos é uma das principais atividades de qualquer empreendedor que preza por manter em dias as obrigações da sua empresa. Além disso, ela

Como abrir um societário?

Como abrir um societário?

Abrir um societário já foi ou ainda é o desejo de muitos empresários que se vêem sobrecarregados com as responsabilidades e gastos de uma empresa.

FGTS Digital: o que muda?

FGTS Digital: o que muda?

O ano de 2024 começou a pouco, mas já traz o FGTS Digital que é uma grande mudança para empresas com colaboradores. Por isso, com

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
A restituição IPVA PCD é uma possibilidade que surgiu aos…
Quer trocar de contador?