Skip to content

IRPJ MEI: como declarar?

IRPJ MEI
O IRPJ MEI é uma expressão bastante utilizada pelos microempreendedores individuais para fazer referência ao imposto de renda.

O IRPJ MEI é uma expressão bastante utilizada pelos microempreendedores individuais para fazer referência ao imposto de renda.

Todavia, é preciso deixar claro que, quem é MEI, só precisa entregar a DIRPF, quando for o caso, e a DASN – SIMEI, anualmente.

Sendo, portanto, o IRPJ uma preocupação pertinente apenas às empresas que não sejam optantes pelo Simples Nacional e não sejam MEIs, MEs e nem EPPs.

Continue a leitura deste post para tirar mais dúvidas acerca do popular IRPJ MEI, e fique bem informado para cumprir suas obrigações fiscais. Aproveite!

MEI não declara IRPJ

Quem é MEI não precisa declarar o IRPJ, visto que essa é uma obrigatoriedade imposta apenas às empresas do LUCRO REAL e LUCRO PRESUMIDO.

Porém, o MEI, assim como as MEs e EPPs, tem também suas obrigações quanto à entrega da declaração do imposto de renda.

Ficando, portanto, obrigado ao envio das seguintes declarações:

DIRPF: quando o seu faturamento anual for superior ao limite de isenção, que em 2022 ficou definido em R$ 28.559,70; e também a

DASN – SIMEI: que é a declaração anual sobre o faturamento, incluindo MEIs que não obtiveram rendimentos durante o mês ou ano.

MEI declara IRPF

Apesar do MEI possuir um CNPJ ativo, ele só declara o imposto de renda como pessoa física, isso se os seus rendimentos ultrapassam o teto de isenção.

Para isso, é necessário fazer alguns cálculos para saber se o envio da DIRPF será obrigatório.

LUCRO EVIDENCIADO

E o primeiro cálculo a ser feito, para a correta entrega da DIRPF MEI, é encontrar o valor do lucro evidenciado.

Para isso, devem ser consideradas a receita total bruta anual, menos as despesas geradas durante todo o ano anterior.

Logo, podem ser consideradas despesas, neste caso:

  1. Água;
  2. Luz;
  3. Internet;
  4. Telefone;
  5. Aluguéis;
  6. Compra de mercadoria, dentre outras.

Feito isso, também é necessário calcular a parcela isenta.

PARCELA ISENTA

Para calcular a parcela isenta é preciso considerar os seguintes valores:

  1. 8% da receita bruta para MEIs que atuam no ramo do comércio, indústria e transporte de cargas;
  2. 16% da receita bruta para MEIs que transportam passageiros;
  3. 32% da receita bruta para MEIs que atuam no ramo de serviços em geral.

E por fim, também é preciso encontrar o valor exato da parcela tributável.

PARCELA TRIBUTÁVEL

A parcela tributável corresponde ao montante que deverá ser declarado no IRPF, caso ela seja superior a R$ 28.559,70.

Portanto, basta subtrair a parcela isenta do lucro evidenciado, ou seja:

Parcela tributável = Lucro Evidenciado – Parcela Isenta.

E caso a parcela tributável seja superior ao teto de isenção, tal valor deverá ser informado na seção “Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Jurídica”.

Conclusão

Como visto, o IRPJ MEI é uma expressão bastante usada pelos MEIs, contudo, isso reflete a grande complexidade existente na legislação tributária brasileira.

Que, apesar do Simples Nacional ser uma proposta do governo para descomplicar as questões burocráticas para os pequenos empreendedores, ainda há confusão.

Portanto, é recomendado que o MEI busque suporte profissional de contabilidade para tirar dúvidas e ter acesso às informações atualizadas e pertinentes ao seu caso.

Para isso, a Equipe Ardon se coloca à inteira disposição, é só clicar aqui e reservar uma consultoria conosco. Será um prazer ajudar você.

5/5 - (1 vote)

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Apuração de impostos: o que é?

Apuração de impostos: o que é?

Apuração de impostos é uma das principais atividades de qualquer empreendedor que preza por manter em dias as obrigações da sua empresa. Além disso, ela

Como abrir um societário?

Como abrir um societário?

Abrir um societário já foi ou ainda é o desejo de muitos empresários que se vêem sobrecarregados com as responsabilidades e gastos de uma empresa.

FGTS Digital: o que muda?

FGTS Digital: o que muda?

O ano de 2024 começou a pouco, mas já traz o FGTS Digital que é uma grande mudança para empresas com colaboradores. Por isso, com

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Precisa declarar IRPJ, basicamente, qualquer empresa que esteja com seu…
Quer trocar de contador?