A contabilidade para prestadores de serviços é o caminho das pedras?

Contabilidade Para Prestadores De Serviços

O caminho das pedras sempre leva a uma vitória sem igual para qualquer um que o seguir, mas será que, para você, a contabilidade para prestadores de serviços terá realmente esse desfecho?

Quando falamos em “caminho das pedras”, uma das prováveis origens dessa expressão data dos tempos em que a mineração era extremamente forte, e se referia aos locais aos quais as pedras preciosas eram extraídas.

Ou seja, percorrer o caminho das pedras nada mais é do que seguir à risca os passos para atingir a perfeição e, com ela, a vitória que tanto se empregou esforço para alcançar.

Mas, para o empreendedor, nem sempre esses “passos” são tão claros assim para que sejam seguidos à risca — na verdade, todos sabemos que, na maioria das vezes, não existe roteiro que te prepare para certos acontecimentos no empreendedorismo.

Então, como um empresário no Brasil pode, realmente, ter um norte sólido para, enfim, seguir o caminho das pedras que tantos conseguiram — mas nunca revelaram como — percorrer e, assim, atingir o sucesso?

Bom, existe uma forma simples de encontrar essa bússola para te guiar: se aliando a uma contabilidade para prestadores de serviços!

Mas… o que uma contabilidade para prestadores de serviços pode fazer pelo futuro da sua empresa?

Como um prestador de serviços, sabemos que, em grande parte, todas as tarefas, principalmente as de teor administrativo, recaem sob a sua responsabilidade para exercê-las, contudo, não é apenas disso que o seu negócio se trata, não é mesmo?

Afazeres, fornecedores, deslocamento, funcionários, materiais, responsabilidades para com o Fisco, burocracias, estratégias para crescer sua empresa, fluxo de caixa, contas a pagar e a receber… a lista pode continuar por anos!

E tudo isso nas mãos de uma única pessoa, mesmo que 100% focada, é muita coisa e, infelizmente, não é possível fazer com que todas as coisas sejam executadas com perfeição.

E é nesse aspecto que a contabilidade para prestadores de serviços entra! Afinal, não é à toa que muitos “empreendedores multitarefa” dificilmente crescem com a rapidez que almejam: pois cuidam de tudo e acabam por não ver as oportunidades que um profissional conseguiria.

Por que uma contabilidade para prestadores de serviços e não uma geral?

Parece claro que uma “contabilidade geral” é mais adequada do que uma contabilidade para prestadores de serviços, contudo, teremos que discordar dessa linha de pensamento.

Afinal, o que é melhor do que, além de ter profissionais contábeis cuidando das burocracias não apenas iniciais, mas mensais e anuais do seu negócio, possuir especialistas no exato ramo de atividade que você atua?

Pois, feliz ou infelizmente, a sua atividade possui peculiaridades únicas, e especialistas na área as conhecem como a palma da mão e, por isso, a sua tranquilidade será garantida a cada detalhe executado com maestria por serviços contábeis especializados.

E por que logo uma contabilidade para prestadores de serviços seria um caminhos das pedras para você, empreendedor?

Como estávamos falando no início, o caminho das pedras, apesar de longo, é o caminho correto a ser seguido caso o seu objetivo seja o sucesso.

E no caso de um empreendedor, possuir o auxílio especializado ao seu lado para garantir que, além de estar percorrendo o caminho correto para atingir os seus objetivos, as burocracias sejam executadas com excelência e sem tomar o seu precioso tempo, é o verdadeiro caminho das pedras!

Como você bem sabe, no mercado e no empreendedorismo, não é possível se dar ao luxo de errar — mesmo que poucas vezes —, e é para mostrar o caminho com os menores riscos a se seguir é que nós, da Ardon, trabalhamos.

Então, se tiver interesse em percorrer um caminho com mínimos riscos e o máximo de excelência para atingir seus objetivos, é só clicar no botão verde que aparece no canto direito da sua tela e falar agora mesmo com a gente!

Estamos apenas esperando o seu contato!

Classifiquei nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

Qual valor declarar no imposto de renda MEI

Qual valor declarar no imposto de renda MEI?

Existem três situações a considerar para saber qual valor declarar no imposto de renda MEI, visto se tratar dos rendimentos de pessoa física e de pessoa jurídica. Nesse sentido, o MEI poderá ter que entregar a DIRPF – Declaração de

MEI tem que declarar imposto de renda

Quem é MEI tem que declarar imposto de renda?

Quem é MEI deverá declarar imposto de renda se os seus rendimentos ultrapassaram o valor de R$ 28.559,70 no ano de 2021. Segundo a Receita Federal, a entrega da declaração do IRPF é obrigatória para MEIs, visto que são tidos

Declarar aluguel no imposto de renda

Declarar aluguel no imposto de renda: como fazer?

Para declarar aluguel no imposto de renda, o contribuinte precisa se atentar à fonte do recebimento, se é pessoa jurídica ou física. Isso porque essas variáveis interferem na maneira de preencher a declaração do IRPF, além de implicar na forma

imposto de renda prestação de serviço

Como declarar imposto de renda prestação de serviço?

Profissionais liberais e autônomos podem declarar o imposto de renda prestação de serviço referente aos rendimentos recebidos de pessoa jurídica e de pessoa física. Sendo possível, em alguns casos, deduzir despesas provenientes da atividade laboral, e assim, reduzir o valor

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Tudo precisa estar em ordem no seu negócio, desde o…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top